quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Sobre o poder das palavras

Pudera eu ser definitiva. Vá lá, convicções podem até ser cárceres, querido Nietzsche, mas convenhamos que incertezas não são tão amigas assim. Acho que o meu maior problema é querer ser tudo ao mesmo tempo, aí acabo não sendo nada nunca. Invejo - e admito que invejo - quem tem uma vida muito produtiva e consegue conviver bem com isso, sem pensar demais. Não que pensar não seja produtivo, mas ocorre que às vezes o pensar retarda a prática.

Vou me centrar, eu prometo. (A mim mesma).










Ler A menina que roubava livros e encontrar essa tirinha, me fez refletir um pouco sobre o poder das palavras. Como estudante de letras, obviamente não dá pra negar a grande influência delas sobre mim, e depois de ingressar no curso, eu pude perceber melhor ainda tudo isso. Um simples "não", um "sim", ou o fato de não se responder a uma pergunta pode mudar por completo o destino de duas (ou mais) vidas. Vocês já pararam pra pensar nisso?
Chega a ser assustador. Pra mim, principalmente, por conehcer e reconhecer meu gênio impulsivo. Mas será que alguém fala mesmo sem pensar? Ou será que as pessoas falam às vezes sem pensar nas possívies consequências do efeito daquilo que elas querem dizer? Acho que fico com a segunda opção.



A propósito, qual a opinião de vocês a respeito da Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa?
A minha é a seguinte: (Ainda como estudante de Letras) Do ponto de vista linguístico, a reforma oferece muitos efeitos positivos, uma vez que o novo acordo tende a unificar a língua. A linguística é o estudo da linguagem verbal humana, e, já que a língua portuguesa, obviamente, não é utilizada por um único país, a unificação da língua facilita por demais os estudos da linguística.

Mas reconheço que num país como o nosso, onde a educação nao é um exemplo a ser seguido - muito pelo contrário, há possíveis consequências ruins.

Santa decadência moral!

Gostaria de agradecer a resposta dos primeiros leitores do blog, ateh entao muito positivas. Obrigada mesmo! Estou gostando cada vez mais disso aqui. :)

Aproveitando o embalo do poder das palavras, deixarei aqui um poema da Adélia Prado, que gosto muito.


Antes do Nome
( Adélia Prado)

Não me importa a palavra, esta corriqueira.
Quero é o explêndido caos de onde emerge a sintaxe,
os sítios escuros onde nasce o "de", o "aliás",
o "o", o "porém", e o "que", esta incompreensível
muleta que me apoia.
Quem entender a linguagem entende Deus
cujo filho é verbo. Morre quem entender.
A palavra é disfarce de uma coisa mais grave, surda-muda,
foi inventada para ser calada.
Em momentos de graça, infrequentíssimos,
se poderá apanhá-la: um peixe vivo com a mão.
Puro susto e terror.


Um artigo (aparentemente) muito interessante sobre ela que acabei de encontrar.
http://www.filologia.org.br/ixcnlf/11/09.htm
Espero que gostem! E que eu também goste, já que ainda não li, vou ler agora.

13 comentários:

  1. Olá minha jovem Valentina! sou professor de ciências, catequista de crisma, técnico de segurança do trabalho e agora, acadêmico de jornalismo! além de gostar de escrever eu tbém tenho uma grande paixão por cinema e td ligado a sétima arte como vc pode coferir se fizer uma visita ao meu blog cujo o endereço é: www.cinemeirosnews.blogspot.com

    Falando em blog, to percebendo q vc está começando agora nessa nova "profissão" e dede já lhe desejo muito sucesso na caminhada inclusive já to dando até uma força sendo seguidor ok! agora se me permite lhe dar uma dica eu diria para vc qndo for fazer uma postagem, escolhesse um tema específico pois nessa seu ultimo post tem 3 assutos diferentes e seus leitores nào saberão se vão comentar sobre a tirinha, sobre a reforma da lingua portuguesa ou sobre o texto q vc achou! ou seja, dava pra vc fazer 3 postagens diferentes com esse material q vc tem entendeu? é só uma dica e por favor não me leve a mal. Digo isso pq adorei a forma de vc escrever e espero q possamos ser amigos e assim trocar infomações pois acho q como futuro jornalista talvez possa brevemente precisar de um help seu e vice-versa minha cara amiga letrada hehe...
    se quiser me add no twitter o endereço é: www.twitter.com/ericocinemeiro
    tbém tenho orkut e o endereço vc encontro lá pelo meu blog ok. Prazer em lhe conhecer, sucesso no blog e desculpe se falei (escrevi) demais ok. Grande abraço e espero sua visita

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Gostei dos seus textos! =D

    Quanto à reforma ortográfica, acho meio irrelevante o fato de que o ensino, sobretudo, de base, em nosso país seja realmente defasado. Assim, com ou sem mudança, jovens não "abençoados" com pais capazes de lhes conceder vaga em algum colégio de qualidade sofrerão com a falta de acesso ao conhecimento. Desta forma, deve-se, de alguma forma, combater essa defasagem.
    Já no que diz respeito às mudanças, propriamente ditas, acho meio patético "dizer" "linguiça", ao invés de "lingüiça", apesar de que quase ninguem utiliza o tal trema (¨), entre outros.
    Enfim, vou deixar para adotar essas mudanças em 2012 uhaeuhae.

    ah, corrigi o meu post acima uaehuea ^^'

    bjos =*

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei sim!! =]
    Vou passar por aqui sempre que puder.
    vc é d SP, certo?

    bjos =*

    ResponderExcluir
  5. Menina, o teu blog é muito bom. Eu gostei muito do que ví, em um post que lida com umas de minhas paixões, as palavras. Fiquei ainda mais contente em saber que vc estuda "Letras", e que gostou do meu poema. Fico muito feliz por isso... Afinal, escrevo por mero prazer! Você está de parabéns...
    A propósito, tô te seguindo! ;)

    ResponderExcluir
  6. embora a escrita seja parte da cultura de um povo, valeu a intensao de unificar a escrita nos países em que a lingua oficial é o portugues. agora é saber se ajustar.

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O blog é legal, gosto do texto tb!
    ah te segui e se quiser me segue. falo sobre fotografias

    ResponderExcluir
  8. Sou da capital!
    Fiquei meio sem palavras com o seu comentário =DD

    Tem msn ou afins?

    bjo =*

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Achei teu Blog na comunidade "Blogueiros fracassados". Gostei das suas análises sobre a linguagem, a escrita, o poder delas.
    E é incrível isso, esse poder que uma simples palavra ou a ausência delas tem sobre os nossos atos e de pessoas próximas.
    Sou uma admiradora da vastidão de palavras que cercam nosso idioma, e da complexidade dele. Mais ainda da escrita!
    Beijão!
    O Sonhos Retalhados de tudo pra sair do "fracasso" ao qual a comunidade que participamos fala. hehe

    ResponderExcluir
  11. Essa reforma ortográfica é um mal necessariamente desnecessário.
    Garota inteligente, to seguindo o teu blog!

    ResponderExcluir
  12. tbem gostei do blog "tbem admito que invejo" rs poucas pessoas dizem isso. o problema da inveja é o q a pessoa q sente faz com ela.

    é um sentimento inerente ao ser huumano q ambiciona ser ou estar melhor do que se encontra.

    ResponderExcluir
  13. Amei o livro A menina que roubava livros
    Tão intrigante e emocionante
    Adorei o Blog
    Tô seguindo :*

    ResponderExcluir